Gold no Canadá...

segunda-feira, maio 19, 2008

E voilà, la Ville de Quebec





Amigos,

Este final de semana tive algumas experiências simplesmente sensacionais. A primeira, e melhor delas, foi ter tido o privilégio de finalmente poder conhecer pessoalmente meus amigos Sandra, Evaldo, Vinícius, Lara e a Mariana. Uma família muito especial que conheci por meio do blog. E confesso que havia tempo que não me sentia tão bem recebido, apesar de que meus amigos aqui de Ottawa são ótimos, mas eles me fizeram sentir totalmente confortável desde o primeiro minuto em que coloquei os pés na casa deles.



Bom, meu final de semana prolongado começou com uma viagem de ônibus até Montreal já que não há onibus direto para a cidade de Quebec, então fui até lá e chegando lá, comprei a passagem e depois de menos de uma hora esperando já estava a caminho da cidade de Quebec. São mais ou menos 2 horas e meia de viagem, ou seja, num total de quase 5 horas.

Nunca poderei agradecer o bastante a esta família tão especial, por este final de semana que além de ter sido muito especial por poder conhecê-los finalmente em pessoa, pude ainda participar de um encontro em que o Evaldo foi convidado e foi uma noite agradabilíssima. O Evaldo é músico e compositor e uma professora dele da Université de Laval, convidou ele e família para um jantar e após o jantar onde cada família ou casal participante levava um prato (não sei como se diz em francês, mas em inglês este tipo de almoço é chamado de "potluck") e após o jantar que foi muito agradável e amigável, duas participantes que tocavam violino resolveram tocar algumas músicas que me pareceram típicas do Québec, este momento foi mágico, simplesmente espetacular. Os anfitriões foram simplesmente encantadores e me receberam com igual simpatia e foi uma experiência sem precedentes para mim.

No dia seguinte, como bom turista, acordei logo cedo e seguimos (eu e a Mariana) para a cachoeira de Montmorency, que é uma cachoeira linda, logo ao lado da cidade, um pouco longe, mas dá para chega pegando o ônibus 53. No nosso caso, a Sandra nos deixou lá pela manhã para que de lá seguíssemos para os outros pontos e nos encontraríamos no final da tarde.

A cachoreira é linda e tem até um bondinho que dá uma vista super legal tanto da cachoeira quanto do resto da cidade e do rio.

De lá pegamos o ônibus e seguimos para o Observatoire, que é um prédio com 31 andares logo atrás do parlamento de Quebec, e de lá tem-se uma visão em 360 graus da cidade, esta vista é imperdível e impressionante, porque por exemplo, somente de lá, podemos perceber o formato de estrela da Citadele. O engraçado é que quando chegamos lá, dois casais já estavam esperando pelo elevador e uma luz vermelha estava acesa no painel. E esperaram, e esperaram, e esperaram mais ainda até que desistiram e foram embora. A Mariana e eu continuamos por lá esperando e resolvemos sair para ver se tinha alguém por lá para nos informar porque o elevador estava demorando tanto. Não encontramos ninguém. Ao voltarmos a Mariana disse: "Nossa quanta demora, ah, mas vamos apertar este botão do elevador e vai que alguém aparece, né?" Acontece que a luz vermelha que estava acesa era simplesmente o aviso que o elevador era expresso, ou seja, só iria do térreo ao 31o andar. E no exato momento em que ela apertou o botão, as portas do elevador se abriram... e nós começamos a rir, porque nenhuma das pessoas que estavam lá antes, tiveram a idéia de apertar o botão... simplesmente viram a luz acesa e assumiram que o elevador estava chegando...(assim como eu mesmo...eheheheh).

Depois de ver a cidade de cima, descemos e caminhamos ao longo do parlamento de Quebec, que está cheio de tulipas também (sim, eu gosto de tulipas porque elas me lembram da minha mãe...) e entramos na cidade antiga (Vieux Québec), que é simplesmente linda. Eu imaginei que a cidade fosse bonita, mas sinceramente não tanto...eu fiquei simplesmente encantado com tudo o clima europeu e as ruazinhas de pedra, e claro que a grande atração do passeio foi o Chateau Frontenac. Agora tenho uma coleção de fotos do Chateau em todos os angulos em que eu consegui e com todas as luminosidades que tivemos, o dia estava meio nublado, então quando o céu se abria eu tirava novas fotos por causa da luz, e com este dia meio claro e meio nublado, eu obviamente esqueci de protetor solar e estou com o nariz vermelho que só...

O clima todo da cidade é encantador, a Rua Petit Champlain, a Place Royale, a Citadele... foi tanta coisa num único dia, que se eu for contar tudo o post vai ficar imenso, mas foi sem dúvida alguma a cidade mais bonita que eu já visitei na América do Norte (Isso é minha opinião, ok?). Aos que estão no Canadá e ainda não foram, só tenho 3 palavras: Visitem, Visitem e visitem. A cidade é linda e mesmo a atitude das pessoas nas ruas é bem mais amigável do que em Montreal. Amigos de Montreal me perdoem, mas a população em geral na Ville de Quebec me pareceu bem mais gentil.

E termino este post agradecendo mais uma vez à Sandra e o Evaldo, e em especial à Mariana por ter sido minha guia pela cidade, apesar de já conhecer todos os pontos. Espero sinceramente poder retribuir a gentileza e carinho o mais breve possível.

Abraços a todos e boa semana.

4 Comments:

  • Gold,
    Muito bom constatar ao vivo o que a gente ja sabia virtualmente.
    A gente é que agradece!
    ;-))))

    By Blogger Sandra e Evaldo Vicente, at 9:25 PM  

  • Agora nao economiza essas suas fotos nao. Seus leitores merecem ver sua arte.

    By Blogger Sandra e Evaldo Vicente, at 9:27 PM  

  • q post lindo Gold, mesmo sem fotos. suas palavras dão um certo calor no coração. uma sensação boa de q, onde quer q estivermos,haverá sempre um coração amigo para acolher-nos. eu penso muito, o tempo todo todos os dias, em morar fora. muitas vezes tenho medo da solidão, da sensação de não-pertença...aí leio um post lindo desses e meu coração arde de "wanderlust". leio muitos blogs de imigrantes brasileiro-canadenses, mas - coincidência- o seu e o sandraeveldo são os únicos na minha página de abertura (netvibes). q Deus os abençõe a todos. bju

    By Blogger ju k, at 9:44 PM  

  • Não falei que Ville de Québec é linda! Eu não visitei tantas cidades na América do Norte quanto você, mas tive a mesma impressão sobre a cidade, ela é maravilhosa e as pessoas são muito gentis!

    PS.: Eu também conheci a família da Sandra e do Evaldo, qualquer cidade saí ganhando com apresença deles.

    By Blogger victormirsky, at 3:02 PM  

Postar um comentário

<< Home