Gold no Canadá...

sexta-feira, abril 06, 2007

Job fair




Amigos,

Cheguei ontem de Toronto, depois de alguns dias na capital canadense da badalação segundo alguns, e capital canadense do crime segundo outros (mesmo assim, para os padrões brasileiros, um dos lugares mais seguros do mundo).

Foram dias interessantes, principalmente durante o tempo em que eu não estava trabalhando, pois tive mais tempo de dar uma volta na cidade, ver algumas coisas que eu nunca tinha tido tempo de ver e até fiz uma nova amiga, uma britânica que estava no mesmo Bed & Breakfast que eu, como estávamos os dois viajando sozinhos, acabamos saindo pra fazer turismo sozinho, juntos, se é que isso faz sentido. Bom, no final das contas foi muito legal porque aprendi bem mais sobre a cultura britânica e ela também sobre a cultura brasileira.

Num destes passeios, aproveitei para fazer um programa que eu tinha muita vontade, que era de subir a CN Tower a noite para poder ver as luzes do centro de Toronto, e desta vez, deu certo e digo: é lindo!!! Me deu até um ataque de coragem e cheguei até a pisar no chão de vidro que fica no alto da torre, pois na primeira vez em que fui não tive coragem de pisar e agora acabei até pisando...não por muito tempo é verdade, mas de qualquer forma o que conta é que eu pisei no chão e pronto, oxente!!!

Fora isso, o propósito principal foi participar de uma job fair em Toronto, onde muitos (potenciais) empregadores, estavam recebendo CVs de todos os participantes da feira e as pessoas em geral estavam procurando emprego, treinamento e outras oportunidades.

O fato que mais me chamou a atenção, foi a quantidade de imigrantes que apareceram pela feira e quando passavam no stand onde eu estava com minha chefe, em geral, depois de pegar informações eles citavam que estavam no Canadá há... anos e que até a presente data ainda encontravam dificuldade em encontrar emprego na própria área pois os empregos em geral estão sendo daqueles que tem qualificações daqui e isso me fez pensar em muita coisa, principalmente na possibilidade de voltar a estudar aqui, mas ainda tenho muita, muita coisa pra pensar antes de resolver voltar a estudar ou qualquer coisa a um prazo mais longo. Mas ainda assim, fiquei muito impressionado ao conhecer imigrantes que estão no Canadá há 30 anos e ainda encontram dificuldade em encontrar um emprego decente.

Fora isso, o que mais vi também foram jovens recém-formados que têm dificuldades em encontrar o primeiro trabalho, assim como no Brasil.

Depois de chegar no final da tarde, de volta à dura realidade, para que vocês tenham uma noção de quão dura a realidade é, coloco abaixo uma foto do saguão do hotel onde fiquei em Toronto enquanto estava lá a trabalho (o Fairmont Royal York):



Nada mais que natural que ao voltar pra casa e perceber que a cama do hotel é maior que meu apartamento inteiro, a gente tenha um impulso de querer voltar pra hotel e solicitar asilo humanitário ou qualquer coisa assim, mas ao lembrar que eles cobram 8 dólares por uma garrafa de água, eu desisti e sai pra comprar comida porque não tinha nada aqui em casa e hoje é feriado, então eu não tinha certeza do que estaria aberto ou não.

Mas apesar disso tudo, fiquei muito feliz de voltar para Ottawa, porque aqui agora é meu lar e sinceramente gosto muito daqui.

E como hoje foi aniversário de uma grande amiga minha brasileira minha aqui em Ottawa, fui almoçar com ela e mais alguns amigos dela (e como sempre, eu estava me sentindo o Tio Sukita da história, porque ela tem 20 anos e a maioria dos amigos estão na mesma faixa etária naturalmente...). Depois do almoço fomos a um jogo do tipo paint-ball, só que com a singela diferença de que as bolas não são de tinta e sim de borracha... logo, eu associei a borracha com a dor que ela poderia causar, mas outras criaturas inocentes não...

Resumo da ópera: estou em casa cheio de marcas vermelhas em todo o meu corpo, mas tem um monte de gente com um monte de marcas roxas, porque levou um outfit especial para o jogo, apenas short e camiseta e ainda riram de mim, quando me viram entrando no ringue com calças jeans, camisa de manga comprida e tudo o mais...

As vezes, ser o tio sukita tem lá suas vantagens...

Abraços a todos e feliz páscoa...

1 Comments:

  • Oi Gold,
    Eu tenho uma foto parecida com esta que vc tirou da CN Tower de Toronto. Apesar de estar gostando de Ottawa, sinto falta das baladinhas de la.
    Beijocas
    Agatha

    By Anonymous Agatha, at 9:51 PM  

Postar um comentário

<< Home