Gold no Canadá...

terça-feira, setembro 04, 2007

Você sabe que já está mais adaptado quando...




Quando já discute com motorista de taxi marroquino que está tentando te passar a perna...

Explico: Ontem, fui para meu último dia de tratamento turístico intensivo. No Domingo, a amiga de Toronto queria fazer um passeio de barco pelo Rio Ottawa e como não tinha mas vaga, compramos o bilhete para ontem pela manhã (às 9 da manhã para ser exato), mas acontece que o locutor que vos fala, havia esquecido que era feriado e não domingo, e que os ônibus eram bem mais restritos do que no domingo.

Para conseguir chegar onde precisava, na hora que deveria, tive que andar 2 kms até perto do Casino para pegar outro ônibus que não passou. Como minhas pernas nem estavam doendo dos dias anteriores, nem fiquei triste... imagina... ah, e como está começando o outono, está fazendo um friozinho pela manhã, tipo uns 12 ou 15 graus, mas como não queria carregar casaco o dia inteiro pergunta se eu levei o bendito? E agora me pergunta se eu passei frio....

Bom, voltando à vaca fria: o bendito ônibus não passou, era pegar um táxi ou perder 30 dolares. Resolvi pegar o bendito. Entro no táxi, explico para o motorista onde quero ir e vejo o indivíduo pegar um caminho para a direção oposta de onde eu havia pedido.

Respiro fundo, conto até 3 e pergunto no meu francês mais agradável possível: "Com licença, para onde o senhor está indo?" e ele me responde com toda a pose de um conhecedor das ruas de Gatineau: "Para o Confederation Square, não é para lá que você quer ir?", e eu respondo ainda como um lord de tanta elegância (apesar de dentro de mim morar um ser que gosta de ir ao show da Tati quebra barraco e ouvir atoladinha):" Peraí, estamos falando do mesmo Confederation Square? Eu to falando daquele ao lado do parlamento e no caminho da prefeitura de Ottawa, o tá pegando um caminho totalmente oposto..."e ele com a cara mais inocente do mundo: "Ahhhhhhhh, aquele Confederation Square????", e eu: "Sim, aquele... (e agora sarcástico), já que a gente não tá se comunicando bem, será que o senhor poderia fazer o favor de ir pra lá pela ponte do portage???". E o motorista fechou a cara e só abriu a boca para me perguntar de onde eu era...

Nota para quem é de Brasília: imagina que você está na torre de TV, pede para ir para Sobradinho e o cara pega o caminho para a Samambaia... foi mais ou menos isso que aconteceu.

Depois que desci do Taxi (e não dei gorjeta, motivo de mais cara feia...) fiquei super orgulhoso de mim, porque uns meses atrás, este cara poderia ter ido até Toronto comigo que eu não saberia...

Abraços a todos,

5 Comments:

  • Imagino sua cara pro taxista. Ah, imagino!
    Abraço

    By Blogger Ual, at 4:20 PM  

  • Ficams felizes em saber que a cada dia vc parece está mais adaptado a sua nova vida.
    Só temos que parabenizá-lo e continuar na torcida :)
    Quando vc vem por aqui denovo?
    Quem sabe não fazemos denovo um BIG encontro com vc!

    Um grande abraço,

    Alexandre e Valéria

    By Blogger personal, at 7:22 PM  

  • Tem taxista assim em todos os lugares do mundo, né? Pô, porque os caras não fazem o trabalho direito, hein?!

    Pelo menos por aí você não é mais enrolado...

    Sds,

    Camila.

    By Blogger K, at 9:28 AM  

  • Mandou bem Gold...
    Nao pode dar mole nao senao se aproveitam mesmo.
    Eu ainda estou na fase de que se ele passasse por Montreal antes soh iria achar estranho a demora, mas eu chego lá no seu nível de conhecimento da região dentro de mais alguns meses. ;-)

    By Blogger Gi, Edu e Gabi, at 12:18 PM  

  • kkkkk!
    O cara tava querendo mesmo te passar a perna! Nada como a experiência, não é? ;)

    Sou de Brasília tb e iniciarei ano que vem a luta para chegar no Canadá. Lembrarei dessa história quando andar de taxi por aí hehehe

    Abraços

    By Anonymous R., at 1:52 PM  

Postar um comentário

<< Home