Gold no Canadá...

sexta-feira, dezembro 01, 2006

E eis que ela chegou...




Queridos amigos,

Contando parece piada... mas hoje acordei, tranquilo e esperando a tal da freezing rain que tanto ouvi falar no radio, sem saber do que se tratava. Olhei pela minha linda janela e não vi nenhum resquicio de chuva, então peguei minhas coisas e sai.

Literalmente, no exato momento em que coloco o pé fora do prédio começou a nevar, parece que foi de sacanagem mesmo... eu tinha duas opções, voltar para pegar o guarda chuva e perder o onibus ou ir sem o Rodolfo (o guarda-chuva comprado por R$1,99 em 2000 antes da minha viagem para a Europa, ele tá meio caidinho eu reconheço) e pegar meu busão, e foi isso o que eu fiz, crente que não ia nevar tanto, só que como Murphy está sempre aí em todos os momentos e climas, nevou MUITO!!!! (PQP, que frio)

Chego ao meu trabalho coberto de neve da cabeça aos pés e vou trabalhar feliz da vida, e ao passar o dia posso ver as variações do clima pela janela: pela manhã nevou muito, a tarde caiu a tal da freezing rain, ou seja, tava tão frio que a chuva congelava antes de chegar ao chão, mas não era neve, parecia mais granizo...e depois chuveu chuva mesmo...tudo bem até aí.

Saio do trabalho e compro um guarda-chuvas de um chines que tem uma lojinha no predio onde trabalho e saio todo feliz crente que não ia me molhar porque o guarda-chuvas é um fuzil. Só que quando saí do trabalho e ainda tinha que passar no shopping para fazer meu cartão mensal do onibus em gatineau, porque pagar 6 dolares por dia só em passagem, ninguém merece, estava tudo lá na rua: Neve, granizo e muita água, tudo misturado e formando o que eles chamam de slush, que eu até agora não sabia o que era e agora que sei, digo que não gostei.

Antes de terminar este post devo dar um aviso a todos: se eu receber um só e-mail dizendo que neve é linda e uma coisa fofa, não me responsabilizo pelo conteúdo da resposta. Eu até concordo que neve é bonita, mas antes de ser bonita ela é muito fria... acreditem. E eu sabia muito bem que teria muita neve quando viesse pra cá, mas de qualquer forma isso não quer dizer que eu tenha que me adaptar desde a primeira vez em que mergulhei meu pé numa poça de neve/água/granizo (que aqui não derrete como no Brasil, ele se mistura à neve)/lama.



Parte 2 do post: Recado a todos os indianos

PELO AMOR DE DEUS APRENDAM A FALAR INGLÊS OU FRANCÊS OU QUALQUER LÍNGUA ANTES DE SAIREM DA INDIA.

Tudo bem, hoje é o dia do mau humor, mas que é foda vc estar todo molhado, com frio e ainda por cima um indiano te liga pedindo informações e dizendo (tentando) que não precisa fazer o IELTS porque já é proficiente na língua inglesa, é de dar no saco de qualquer um.

O interessante sobre isso é que aqui no Canadá tem indiano e chinês saindo pelo ladrão e o mais incrível é que eu ainda não vi nenhum deles que consiga falar um inglês ou um francês razoável, apesar de alguns deles morarem aqui no Canadá há mais de 15 anos... Caralho! Vai a merda! Você mora há 20 anos num lugar e não consegue aprender o básico da língua? Volta pro buraco de onde você saiu...

E mais interessante ainda é que todos, sem nenhum exceção, todos têm absoluta certeza de que o problema na comunicação não é eles que não falam a língua corretamente e sim você que não consegue entender uma pessoa que fala a língua tããão bem quanto eles (apesar de você se comunicar perfeitamente com todos os canadenses, latinos que falam bem o idioma, e outra nacionalidades).

Peço desculpas a todos pelos palavrões neste post, e garanto a todos que isso aqui é um blog de família, mas é o dia hoje não foi mole...

Abraços,

PS - Nunca mais coloco uma gota de curry na minha boca, e tenho dito!

4 Comments:

  • Gosh,
    As fotos são maravilhosas!!! Sei que vc está sofrendo com as adversidades, mas o mais importante é que vc está realiazando um sonho. Mas, me esclareça, porque não mais colocar uma gota de curry na boca?

    Bjão,

    By Anonymous Tiça, at 11:42 AM  

  • Suas fotos ficaram liiiiindas, mas pra dizer a verdade o frio me dá medo. Me pergunto como vc consegue, pq eu iria quer ficar só ohando da janela. Ah, me esclareça a história do curry...

    By Anonymous Tiça, at 11:44 AM  

  • Nooooosa mas que dia hein, Murphy realmente estava inspirado... hehehehe
    Mas é isso meu irmão, rapadura é doce mas não é mole não... huuum como poderiamos adaptar esse ditadozinho pra essa situação gelada? bem não sei, vai pensando ai... rsrsrs
    Um grande abraço e fica com Deus.

    By Blogger Ricardo, at 5:14 AM  

  • Mr. Goldman: essa e a primeira vez que leio o seu blog e entendo o porque da sua inconformacao de ver alguns imigrantes terem um sotaque fortissimo, falaram com erros basicos gramaticais, mas vou te falar o que provavelmente vai acontecer, baseado em minha experiencia --> mais dia, menos dia, voce vai comecar a entende-los perfeitamente.
    Quando estudei nos EUA, tive dezenas de colegas de classe indianos e chineses. Confesso que no comeco nao entendia nada..ah, sem contar os colegas (por sinal gente muito boa) de Botsuana, Gana que tiveram a educacao basica em ingles.. mas os americanos nao tinham problemas para entende-los, ou muito pouco, e nunca reclamavam (ou quase nunca). Pensei: se os nativos daqui nao reclamam do sotaque deles, quem sou eu para reclamar? Hoje consigo entender a pronuncia deles perfeitamente...e sinceramente, muitos e muitos deles tem vocabulario riquissimos.
    Abracos,
    Brian

    By Anonymous Brian, at 12:26 PM  

Postar um comentário

<< Home